Horário de Funcionamento : Segunda a Sexta - 07h30 às 20h.

Agende uma consulta

(11) 5543-0150 / (11) 99538-7772

Eduardo Bertero - Doctoralia.com.br

Tudo o que você precisa saber sobre prótese peniana

17 out
0

Nesse post falarei um pouco dos detalhes e dúvidas sobre a prótese peniana. Além disso, no vídeo abaixo também explico os tipos de próteses / implantes para cada caso. Confira:

Primeiro, o termo “Prótese peniana” é, no mínimo, inadequado. Prefiro o termo “Implante peniano”, já que não há substituição do órgão pênis por outro, mas sim, a colocação de um dispositivo dentro dos canais ou corpos cavernosos.

Qual é o paciente candidato a este tipo de tratamento? De uma maneira geral, é aquele homem com disfunção erétil grave há mais de 6 meses e que já tentou alternativas anteriores mais simples e conservadoras, como as pílulas e as injeções penianas, mas não obteve resultados satisfatórios. O paciente deve ser bem orientado sobre os modelos existentes, sobre custos, complicações e como essa prótese pode mudar a sua vida sexual.

Existem basicamente 2 tipos de prótese no mercado hoje: a maleável ou semirrígida e a inflável. A prótese peniana maleável é uma haste metálica envolvida por um polímero de silicone. A vantagem é que é bem mais barata do que a inflável, cerca de 3 a 5 mil reais, e a cirurgia um pouco mais rápida e simples. A desvantagem é que este modelo não é facilmente ocultável, pois o pênis fica sempre no estado ereto. Isso pode causar algum constrangimento em certas situações. No entanto, o nível de satisfação é muito grande e o índice de falha mecânica do dispositivo, muito baixo.

A prótese inflável, por sua vez, consiste de 3 volumes, 2 cilindros que são introduzidos nos corpos cavernosos e conectados por tubos a uma bomba que fica dentro da bolsa testicular e também conectado a um reservatório que fica alojado dentro do abdome. Claro, tudo escondido e imperceptível quando o homem encontra-se nu. Todo este sistema é preenchido por soro durante a cirurgia.

A prótese peniana, como funciona afinal?

O mecanismo baseia-se na transferência do soro do reservatório para os cilindros dentro do pênis. Isso se faz ao manusear a bomba dentro do escroto. A vantagem é que imita a naturalidade do pênis flácido e tem uma boa ereção, mas a desvantagem é o preço “salgado”: cerca de 50 mil reais. Além disso, pode resultar na queda de qualidade de vida e impactar negativamente em sistemas de múltiplos órgãos.

A cirurgia:

Claro, é necessária uma internação hospitalar, mas em muitos casos é possível obter alta no mesmo dia. A prótese maleável é mais simples de ser implantada. Necessário apenas um pequeno corte na porção ventral do pênis de cerca de 3 a 4 cm, pela qual é introduzida as duas hastes.

Uma pergunta frequente que escuto é sobre uma suposta destruição do corpo cavernoso durante esta cirurgia. Na verdade, hoje, a minha tendência é ser bem mais conservador e não machucar o tecido erétil durante a implantação. A grande vantagem é que, quando o homem se encontra excitado, mesmo com a prótese, o pênis apresenta uma maior concentração de sangue e fica com uma aparência mais semelhante a de um pênis ereto que não tem prótese. Isso aumenta a taxa de satisfação do homem e sua parceira.

No caso da cirurgia da prótese inflável, essa é um pouco mais detalhada e pode demorar mais. Por uma incisão infrapúbica ou logo acima da base do pênis de 3 a 4 cm, também consigo implantar os 3 componentes deste tipo de prótese: os 2 cilindros nos corpos cavernosos, a bomba na região dos testículos e o reservatório no baixo ventre ou abdome. Novamente, tudo isso fica bem escondido dentro do corpo, de tal maneira que muitos paciente portadores deste modelo de implante relatam que muitas das suas parceiras sequer notam a presença do dispositivo. Em outras palavras, a prótese inflável é muito natural.

Bem, quando se fala em riscos da prótese peniana, o meu maior temor é quando ocorre uma infecção do implante e necessidade subsequente de removê-la. Nestes casos, o paciente volta a ficar com impotência sexual até uma nova colocação, que pode demorar até anos. Felizmente, a ocorrência desta drástica complicação é bem rara, os estudos mostram algo em torno de 3 a 5% dos casos operados.

Conclusão:

A cirurgia de implante de prótese peniana é um tratamento duradouro, permanente e seguro, que produz altos índices de satisfação ao casal.  A seleção do paciente deve ser cuidadosa e com aconselhamento psicológico em alguns casos. A técnica cirúrgica meticulosa e em mãos experientes, associada a uma cuidadosa ação antibacteriana preventiva com antibióticos e assepsia genital, traz resultados altamente positivos para todos os envolvidos.

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *