Imagem

Nova Técnica de Vasectomia

Vasectomia sem agulha

Tradicionalmente, a anestesia local durante a vasectomia tem sido realizada através de uma agulha fina, a mesma que os diabéticos usam para auto-aplicar insulina. Isto pode causar certo desconforto e dor durante a própria picada e mesmo quando o liquido penetra os tecidos. De qualquer maneira, ninguém gosta de agulha, independente de seu tamanho. Por isso tenho usado um aplicador de spray que desenvolve uma pressão suficiente para que o anestésico penetre a pele e cause o adormecimento necessário durante a vasectomia.

Imagem

Assista ao vÍdeo demonstrativo da anestesia sem agulha com o aparelho Madajet XL que utilizo na Clínica Bertero, clique aqui

Vasectomia sem bisturi

A vasectomia sem bisturi foi introduzida na China nos anos 70 e nos anos 80 nos Estados Unidos. Consiste de realizar apenas uma punção com uma pinça especial pontiaguda na pele escrotal anestesiada previamente e dissecar o duto deferente. O canal deferente é separado dos vasos sanguineos e então pode ser cortado e clipado com clip especial de titânio. Não há necessidade de pontos cirúrgicos. Não é necessário realizar pontos na pele.

Imagem